Archives for January 2010

Aprovação dos estatutos da CVX-P

"Estive presente na Assembleia Geral Extraordinária para aprovação dos estatutos da CVX-P. Não sou 'muito de estatutos' , mas reconheço a sua importância pelo que representam de reflexão prévia e envolvimento de toda a comunidade e por materializarem a nossa identidade. Mas os estatutos da CVX têm um 'tique' que está contido logo no seu preâmbulo : "O modo de proceder da CVX é um caminho de discernimento permanente. A fidelidade verdadeira a estes estatutos deve traduzir-se na sua interpretação segundo o espírito do Evangelho e a lei interior do amor. Assim, em caso de dúvida, interpretem-se estes estatutos sempre a favor da liberdade. É para melhor servir o espírito da vocação e da missão CVX, segundo a regra do tanto quanto, que eles se escrevem". Penso que esta disposição esteve presente na atitude de todos os que estivemos a votar. Foi um exercício que me ajudou a renovar 'sentir com a Igreja' e entender o sentido de pertença à Igreja Universal no acolhimento do parecer do Instituto Superior de Direito Canónico. Foi uma oportunidade de olhar, reconhecer e agradecer a diversidade interna na CVX-P na forma de sentir, viver e interiorizar algumas das dinâmicas que a Comunidade Mundial tem vindo a discernir nos últimos anos sobre a nossa Identidade e Carisma. Ainda bem ! É esta a realidade que Deus ama e é nesta tensão que nos chama a crescer. Acima de tudo, se tenho oportunidade de dar o meu testemunho, quero agradecer a quem deu do seu tempo e esforço (e sei que foi muito) para que este trabalho tenha tido agora o seu desfecho, e seja agora mais um meio ao serviço da comunidade. Mas deixem-me repetir: "Assim, em caso de dúvida, interpretem-se estes estatutos sempre a favor da liberdade" .

Miguel Villa Freitas

Novos estatutos aprovados por esmagadora maioria!

A CVX-P, reunida hoje, 23 de Janeiro, em Assembleia Nacional extraordinária em Cernache, aprovou os seus novos estatutos com 61 votos a favor, 3 contra e 1 branco.

Estamos todos de parabéns e desafiados a continuar a escrever páginas para maior glória de Deus na história da nossa comunidade e da Igreja.

Entretanto, vamos reflectindo sobre o porquê de uma participação tão pequena num momento tão importante da vida da CVX-P.

A jornalista de serviço.