Afinal, quantos somos?

Será que os 1.000 membros da CVX-P existem mesmo ou uma percentagem considerável é só ficção?

É evidente que uma percentagem desse número é ficção. O que é difícil, e o que estamos a tentar perceber  é qual é, exactamente, essa percentagem. No sul, que é no fundo a região que mais directamente interessa a este blog, há muito tempo que se sabe que existem grupos que se consideram CVX porque seguem uma dinâmica de reuniões semelhante, mas que acham que fazerem parte de um pequeno grupo é perfeitamente suficiente e que nada querem ter a ver com a comunidade alargada. Estes são os tais grupos fantasmas. De qualquer modo há também muitos membros de grupos “vivos” que, ou por preguiça, ou porque quando preenchem inquéritos costumam ter surtos de alergia ou por qualquer outra razão que não faço ideia qual seja se recusam a participar.

Em que é que a experiência de organização da Assembleia Mundial ajuda à preparação da Assembleia Nacional?

A experiência da Assembleia Mundial constituiu, naturalmente, uma experiência preciosa para a preparação das futuras Assembleias Nacionais. Ajudou-nos a perceber a importância do planeamento atempado (que é um característica muito pouco portuguesa), dos custos de realização, do que pode ou não resultar em termos de proposta de programa, da necessidade de uma cuidadosa preparação logística (está em vias de constituição uma equipa que irá ocupar-se apenas dessa parte), do tipo de equipamentos e material necessários, da importância dos pormenores, etc.

Documentos de preparação e áreas de missão

Documentos de preparação para a Assembleia Nacional

Está previsto que, no final de Junho, a equipa de preparação envie a toda comunidade um primeiro documento de preparação da Assembleia Nacional, anunciando e explicando o tema da Assembleia, enquadrando-o em termos da última Assembleia Nacional e da Assembleia Mundial de 2008. Depois das férias, no inicio do ano CVX, serão enviadas as orientações de vida, para preparação próxima da AN.

Como  é que está o processo de tratamento da informação dos inquéritos ás áreas de missão?

De facto, como já tínhamos dito antes, os inquéritos às áreas de missão constituem um elemento importante para preparação da AN, em complemento á informação que já constava da base de dados. Infelizmente, e apesar dos esforços incansáveis da Ana Neves, até agora apenas cerca de 440 membros da CVX responderam ao inquérito. Ora este número corresponde a apenas cerca de metade da totalidade dos membros da CVX-P.

Tudo o que queres saber sobre a Assembleia Nacional…

...Pergunta aqui, que a Equipa Nacional responde 🙂 🙂 🙂

Calendário do processo de selecção dos candidatos à equipa nacional

Em curso – convocatória da Assembleia Nacional e solicitação aos grupos que iniciem o processo de discernimento para nomeação dos candidato/as.

30 de Junho – data limite de envio de propostas de candidatos à equipa nacional

Inicio de Julho – solicitação aos membros propostos para que iniciem o seu processo de discernimento

15 de Setembro – envio aos grupos da lista final do/as candidato/as e das respectivas fichas

Documentos de preparação para a Assembleia Nacional

Está previsto que, no final de Junho, a equipa de preparação envie a toda comunidade um primeiro documento de preparação da Assembleia Nacional, anunciando e explicando o tema da Assembleia, enquadrando-o em termos da última Assembleia Nacional e da Assembleia Mundial de 2008. Depois das férias, no início do ano CVX, serão enviadas as orientações de vida, para preparação próxima da A N.

A idade dos “comos”

Como se processa o acto eleitoral?

O acto eleitoral inicia-se com a eleição do(a) Presidente da CVX-P, de entre os candidatos propostos para o cargo. Ganha o candidato que reunir a maioria absoluta dos votos expressos. Se após dois escrutínios ainda não tiver sido encontrado um vencedor procede-se a uma terceira votação entre os 2 candidatos que tiverem obtido mais votos. Uma vez votado o(a) Presidente a eleição prosseguirá, para os restantes membros da Equipa Nacional, um por um. Os candidatos a Presidente não eleitos são automaticamente candidatos aos restantes cargos.

Como se distribuem os diferentes serviços na EN?

A Equipa Nacional é composta por 5 membros eleitos, que exercem os seguintes cargos: Presidente, Vice-Presidente, secretário, tesoureiro e 1 vogal e por um membro designado que é o Assistente eclesiástico. A sua designação é da competência do Superior Provincial da Companhia de Jesus, ouvida a Equipa Nacional. A Equipa Nacional pode ainda cooptar até mais 2 vogais.

Eleger as equipas de serviço na CVX

4º capítulo

 

"Eleger as equipas de serviço na CVX não é exactamente o mesmo que eleger os corpos sociais de uma qualquer Associação. Para os candidatos trata-se de um chamamento a um serviço, um chamamento que é mediado pela comunidade. É fundamental portanto que, quer a indicação dos candidatos, quer a sua eleição, resultem de um processo de discernimento, que é feito primeiro que tudo ao nível dos pequenos grupos."

  

Quem pode ser candidato à Equipa Nacional (EN)?

 

Os estatutos referem que podem ser candidatos todos os membro que pertençam à CVX há pelo menos 4 anos e que mostrem uma adesão clara ao estilo de vida CVX no que se refere aos seus 3 pilares, espiritualidade, comunidade e missão. Explicitam em seguida que esta adesão ao estilo de vida implica, necessariamente, a prática regular de Exercícios Espirituais. Em que outros aspectos se manifesta a adesão ao estilo de vida CVX ou, posto de maneira mais simples, quais os membros da CVX que se pode considerar que cumprem os critérios acima referidos, cabe a cada pequeno grupo discernir.

 

No que respeita aos candidatos a Presidente da CVX-P exige-se ainda que tenham feito, pelo menos, o compromisso temporário.

 

Como se encontram os candidatos à EN?

 

Quando convocar a Assembleia Nacional a Equipa Nacional solicitará a todos os pequenos grupos e também às equipas regionais que proponham nomes de candidatos para a nova equipa nacional. Os grupos devem propor, separadamente, nomes de candidatos para Presidente e nomes de candidatos para a restante equipa, sem referência aos cargos a ocupar. Como já foi dito é muito importante que estas propostas resultem de um processo de discernimento conduzido no pequeno grupo.

 

Como se faz a selecção dos candidatos propostos para a EN?

 

Não se trata propriamente de uma selecção. Após a recepção das propostas a Equipa Nacional contacta todos os nomeados, que deverão por sua vez discernir, conjuntamente com o seu pequeno grupo, a sua disponibilidade para responderem a este chamamento. Uma vez obtidas as respostas de todos os nomeados, a Equipa Nacional elabora a lista de candidatos e a suas fichas pessoais, que são distribuídas a todos os grupos.

 

A eleição decorrerá durante a Assembleia Nacional, onde estarão presentes dois representantes de cada grupo. Para que a eleição seja verdadeiramente expressão do querer da comunidade é importante que estes 2 membros funcionem realmente como representantes, ou seja, sejam porta-vozes das decisões do seu grupo.

Deste modo, e a partir da lista de candidatos, o pequeno grupo deverá procurar novamente discernir quais os candidatos que considera mais adequados. Para que isso possa ser feito, e considerando que as características da nossa comunidade não facilitam o conhecimento entre os membros de diferentes grupos, sobretudo os que estejam em CVX há menos tempo, é importante que o grupo – e aqui o animador tem um papel importante porque é, por excelência, o elemento de ligação com a comunidade alargada - faça um esforço para reunir informação que considere relevante sobre os diversos candidatos, para além da que consta das fichas.